Banner Principal - Jornal de Vinhos
Português English Castellano


Informação | Enogastronomia

No Bitadorna em A Guarda, no litoral da Galiza

Sabores requintados de marisco fresco em núpcias com Alvarinho português e tinto galego no pequeno porto de A Guarda, na Galiza, a poucos quilómetros de Vila Nova de Cerveira.

Chus Castro aprendeu a cozinhar guiada pelos sábios concelhos da senhora Lídia, que em tempos foi cozinheira do Bispo de Orense. Depois frequentou alguns cursos e juntando a experiencia á investigação tornou-se numa das chefes de cozinha de referencia na Galiza quer pela sensibilidade criativa quer pela qualidade de confecção que apresenta nos seus pratos.


É Chus Castro quem comanda a cozinha do restaurante Bitadorna, um restaurante localizado em pleno porto de A Guarda, que abriu as suas portas em 1995 e nasceu, segundo os seus proprietários, “com vocação para uma cozinha diferente sem perder de vista a culinária tradicional”. Desta forma oferece, simultaneamente, cozinha tradicional e cozinha de autor, com um cardápio que se adapta diariamente á melhor oferta da lota que dista uns escassos 100 metros e á sazonalidade. Porém há pratos imprescindíveis como a lampreia, o bacalhau, o peixe-espada e a lagosta.


Ao almoço começámos por degustar serenamente a “Ensalada de Bogavante y salsa de Iogur”, uma peça brilhante. Seguiu-se uma magistral “Vieira com acelgas en salsa Pil Pil”, depois “Rape com polvo de Setas y Cremoso de Patata com Puerro”, um tamboril suculento e a terminar, uma novidade absoluta, uma “Tortilla de Ostras” de belo efeito. Nos postres surgiu um "Carpaccio de Mango com helado de vainilla".
 

Os Vinhos: Para os dois primeiros pratos optou-se por um Alvarinho português de influência galega “Edmund do Val 2007” e para os seguintes um tinto da D.O de Valdeorras. A carta de vinhos é bem composta. Apresenta vários vinhos de todas as regiões espanholas e alguns portugueses, (sobretudo Portos) e Champanhes.
 

Outras opções restaurativas na cidade 

O restaurante “O Novo Portiño” na rua Rosal nº 37, com o mar em pano de fundo, provou-se excelente “mexillón al natural”.
 

Boa nota para a “Casa Chupa Ovos” na rua A Roda nº 24 onde se “tapeou” magnífico Pulpo à la Gallega, e soberbos Berberechos al natural (berbigão ao natural).
 

As “empanadas” são um ícone da cozinha tradicional galega. Provámos algumas de excelente feitura, com especial distinção para a “empanada de choco com tinta” no Bar-Restaurante O Couto, Cintura de Campossancos, nº 110 tel:986627236. Aconselha-se encomendar com alguma antecipação.
 

Imagem associada

› clique para aumentar uma imagem


JORNAL DE VINHOS 2008 v. 2 POWERED BY VBWORKS.NET