Banner Principal - Jornal de Vinhos
Português English Castellano


Informação | Entrevista/Reportagem

ADEGA COOPERATIVA DA GRANJA CELEBRA 60 ANOS

A Adega Cooperativa de Granja celebrou os seus 60 anos de história com um jantar de apresentação e prova dos mais recentes vinhos do seu reportório.

09-12-2012

No restaurante Sacramento do Chiado, Manuel Bio, Presidente executivo da Adega Cooperativa de Granja, agradeceu a presença dos convidados e comunicação social no evento, recordou o caminho da Cooperativa, recheado de grandes momentos e alguns períodos menos bons. Revelou o ambicioso plano de recuperação iniciado em 2007, e os bons resultados que já se estão a verificar.

Manuel Bio disse ainda que a Adega Cooperativa de Granja quintuplicou a sua produção desde 2009, aliando a tecnologia e os recursos humanos especializados a uma produção de vinhos com carácter e identidade, referiu ainda que o trajeto delineado para o futuro da Adega será capaz de contornar a conjuntura atual, dado o crescimento dos últimos anos e o bom trabalho que tem vindo a ser desenvolvido.

“Apesar da conjuntura menos favorável para a economia portuguesa, a Adega Cooperativa de Granja continua a crescer. A qualidade e a excelência dos nossos recursos humanos também têm contribuído para que a nossa produção aumente. A internacionalização é também uma aposta forte dos vinhos da Cooperativa de Granja”, salienta Manuel Bio (na foto ao lado)


Para concretização dos objetivos que faziam parte da estratégia delineada pela Adega, Manuel Bio lançou em 2009 um desafio a Virgílio Loureiro para dirigir a enologia da Adega, convite que professor prontamente aceitou.

Segundo Virgílio Loureiro “o convite trouxe-me à memória o fascínio com que a Margem Esquerda do Guadiana me marcou na juventude”

Depois dos comentários do enólogo Virgílio Loureiro foram provados durante o jantar os vinhos: Encostas d’ Alqueva Branco 2010; Encostas d’ Alqueva Tinto 2010; Encostas d’ Alqueva Regional Reserva Tinto 2010; GA Alfrocheiro DOC 2009; GA Moreto DOC 2009

Estiveram ainda presentes no jantar José Piteira, enólogo residente e Manuel Malfeito Ferreira, enólogo consultor. (1ª foto)

A terminar, os representantes da Cooperativa da Granja prometeram preservar as tradições vitivinícolas da região, continuando a produzir “vinhos com alma” com muito empenho e dedicação.

“A margem esquerda do Guadiana é um local mágico para a vinha e cuja Terra e a História der4am uma ajuda preciosa para fazerem estas castas magníficas e inconfundíveis. Não queremos defraudar este tesouro que foi colocado nas nossas mãos. Para isso decidimos melhorá-lo e dar-lhes a provar para que nunca se cansem de saboreá-lo”, referiu Virgílio Loureiro.


 

Imagem associada

› clique para aumentar uma imagem


JORNAL DE VINHOS 2008 v. 2 POWERED BY VBWORKS.NET