Banner Principal - Jornal de Vinhos
Português English Castellano


Informação | A Semana Crítica

OS 10 MELHORES TINTOS DE JOSE MIGUEL DENTINHO

O jornalista José Miguel Dentinho escreve sobre os seus tintos de eleição.

 2014/05

________________________________________________________________________________________

  • DONA GEORGINA DOC DÃO TINTO 2005

Quinta de Lemos
Castas: Touriga Nacional e Tinta Roriz
PVP – 34 euros
*****

Vinho profundo e complexo de Silgueiros, na região do Dão, é grande parceiro de mesa para pratos de carne condimentados, exala um aroma onde se salientam a fruta preta, amora e framboesa silvestre, os frutos do bosque, algum herbáceo e uma nota floral. Madeira bem integrada neste Dona Georgina, vinho persistente e longo, bem elegante, com toque de boa fruta no final.  

  • ESTREMUS DOC ALENTEJO TINTO 2011

João Portugal Ramos Vinhos
Castas: Trincadeira, Alicante Bouschet
PVP – 70 euros
****+1/2

O ano de 2011 foi certamente uma das melhores colheitas do Alentejo. Dela nasceu este vinho produzido em Estremoz de aroma complexo, com notas de bosque, musgo, frutos pretos e secos como nozes. Na boca apresenta taninos secos e um final longo onde se salientam as notas de tabaco. É certamente bom parceiro de quase todos os pratos de carne vermelha.

  • TRIUMVIRATO Nº3

Caves Messias
Castas: Touriga Nacional do Douro, Dão e Bairrada e Syrah
PVP – 29 euros
****+1/2*

Vinho produzido com as melhores uvas das três propriedades das Caves Messias. O seu aroma é intenso e complexo, com notas florais de violetas, fruta preta e fruta preta madura, cassis e folha de tabaco. Na boca, tanino fino bem integrado e final longo com notas de fruta. Bom parceiro de carnes vermelhas, feijoadas e guisados.
 

  • PÊRA MANCA DOC ALENTEJO TINTO 2010

Adega da Cartuxa
Castas: Trincadeira e Aragonês
PVP – 120 euros
****+1/2

Tinto de cor granada e aroma intenso com notas de fruta madura, chocolate preto, tabaco e folha seca. Vinho elegante e fresco, na boca mostra taninos finos bem integrados, boa estrutura e corpo e final longo com notas de tabaco e chocolate preto. É complexo, elegante, mas volumoso e bem estruturado. Pode ser bebido agora, mas ganhará com algum tempo de guarda.

 

  • QUINTA NOVA GRANDE RESERVA 2011

Quinta Nova
Castas: Vinhas velhas e Touriga Nacional
PVP – 50 euros
****

Tinto de aroma intenso e complexo, onde se salientam as notas de frutos pretos, flor de laranjeira e especiarias. Na sua passagem pela boca é concentrado e harmonioso, com uma estrutura que revela que terá bom potencial de evolução em garrafa. Mostra notas de fruta madura e especiarias, num vinho com bom equilíbrio entre a estrutura e acidez.

  • TORRE DO FRADE TINTO 2007

Torre do Frade
Castas: Trincadeira, Alicante Bouchet e Aragonês
PVP – 30 euros
****
Aroma algo contido num vinho fresco e elegante, marcado pelas notas de frutos pretos e vermelhos, com nuances de tabaco. Na boca é elegante, tem tanino fino e boa estrutura e persistência, com final marcado pelas notas de fruta. A complexidade e estrutura deste vinho pede pratos fortes, condimentados e de confecção lenta, de preferência de forno ou guisados e estufados a baixa temperatura.

 

  • PEDRA CANCELA DOC DÃO TINTO 2011

Pedra Cancela/Quinta do Vale do Dão
Castas: Touriga Nacional
PVP – 22,5 euros
****

Aroma intenso com notas de violetas, fruta preta madura, caruma de pinheiro, bosque. Na boca é um vinho fresco, equilibrado, com algum fumado e final longo e agradável. Sirva-o a 16ºC na companhia de uma posta mirandesa ou arroz de pato, e sinta como se conjuga bem com a comida.

 

  • CASA DE SAIMA GARRAFEIRA 2008

Casa de Saima
Castas: Baga
PVP – 30 euros
****

Vinho tinto de aroma ainda um pouco fechado e concentrado, com notas balsâmicas, de fumo, alcatrão, especiarias e frutos vermelhos. Na boca tem boa estrutura e tanino fino, mas mostra-se elegante e fresco. O seu final é longo. Este Casa de Saima ganhará certamente com mais algum tempo de guarda, mas pode ser apreciado já, após decantação para ajudar a libertar os seus aromas. Experimente-o com pratos de bacalhau cozinhado ou carne assada no forno.

  • DAMASCENO RESERVA 2010

Sota
Castas: Touriga Nacional e Syrah
PVP – 16 euros
****
As castas Touriga Nacional e Syrah conjugam-se neste vinho de carácter bem maduro e concentrado. No seu aroma salientam-se notas de fruta como ameixa, de compotas e de chocolate amargo. Na boca mostra taninos firmes, boa acidez e final pujante. Bom parceiro de carnes condimentadas e enchidos.

 

  • CAVES SÃO JÕAO BAGA/TOURIGA NACIONAL 2010

Caves S. João
Castas: Baga (50%) e Touriga-Nacional (50%)
PVP – 9 euros
****

Tinto concentrado, de aroma intenso e complexo. Nele sentem-se os essencialmente frutos pretos maduros do bosque, e o fumado e tosta ligeira da madeira. Vinho macio e elegante, com boa estrutura e profundidade, tem um final longo marcado pela fruta madura. Pode ser apreciado, de preferência após decantação, na companhia de pratos de caça de pena ou carne vermelha, por exemplo.

 

LEGENDA:


****
Um vinho complexo, distinto, de boa qualidade e potencial de evolução, que vale sempre a pena apreciar.

**** + ½ a *****
Um grande vinho, profundo, com uma personalidade e complexidade que o distingue de todos os outros e proporciona, a quem o degusta, uma experiência única.   

 

 

Imagem associada


JORNAL DE VINHOS 2008 v. 2 POWERED BY VBWORKS.NET