Banner Principal - Jornal de Vinhos
Português English Castellano


Informação | Notícias

EXPOSIÇÂO NO IVDP: ESCULTURA E VINHO DO PORTO

Exposição de arte alusiva ao Vinho do Porto no IVDP. Para visitar na sede do Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto (IVDP), no Porto, de 17 de janeiro a 17 de fevereiro de 2017.
Doce, poderoso, intimista, popular. As esculturas de Luís Mendonça contam o universo do Vinho do Porto de um modo que interpela e sugere, seduz e surpreende.  
 
As esculturas-viagem pelo universo do Vinho do Porto de Luís Mendonça, ilustrador, designer, professor universitário e editor, resultam de um trabalho de design em torno da marca Poças Júnior, empresa centenária, familiar e historicamente participante na construção do legado artístico que integra a longa história do Vinho do Porto e que contribuiu para o seu prestígio, no passado, como na atualidade. 
 
Numa abordagem que vai muito para além do exercício ao serviço do consumo, as  trinta e três esculturas de Luís Mendonça requerem tempo, valorizam, fomentam uma relação com o público e remetem para a sofisticação. Incluem o respeito pelo património material e simbólico que envolve o Vinho do Porto, mas acrescentam, somam perspetivas, criam e expressam caminhos emotivos, sugerem transformações no hábito social da bebida, novos contextos, lugares e momentos de fruição. Informam e divertem. 
 
Na companhia de textos de Emílio Remelhe, autor, artista plástico e professor universitário, as garrafas-escultura ampliam a carga semântica, o poder simbólico e o forte valor histórico, social, económico e cultural deste ícone nacional. São objetos e palavras que convivem e provocam, num festim de sentidos em torno de um Porto que “salva amores” (Boia/LifeCling), “indicado para todo o tipo de incêndios” (Extintor/ExtingWisher) e boa companhia “pela noite dentro, pela noite fora” (Full Fill). 
 
Sintetiza Pedro Pintão, diretor comercial da Poças, “o trabalho de Luís Mendonça apresenta-nos formas alternativas de apreender o vinho e abrem espaço para a discussão, crítica, divergência, já que o seu alcance é amplo o suficiente para permitir diferentes interpretações. Por muito que queiramos simplificar com descrições pormenorizadas, o vinho é um universo muito rico e complexo, que provoca sensações diferentes em cada um de nós. É também esta subjetividade que ganha corpo com as esculturas”.
 
Para fruir de 17 de janeiro a 17 de fevereiro de 2017, na sede do Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto, Rua de Ferreira Borges, nº 27, Porto, de segunda a domingo, das 09 às 18 horas.  Entrada gratuita. A exposição inaugura às 18h15 com um momento à volta do Vinho do Porto, promovido pela Poças Júnior.
 
 
 
 
Imagem associada


JORNAL DE VINHOS 2008 v. 2 POWERED BY VBWORKS.NET