Banner Principal - Jornal de Vinhos
Português English Castellano


Informação | Notícias

ERVIDEIRA CONSOLIDA VENDAS

A Ervideira, produtor vitivinícola do Alentejo, registou a venda de 500 mil garrafas durante o ano de 2016, o que representa uma diminuição de 100 mil quando comparado com igual período de 2015.

Em termos de faturação, a empresa registou o melhor ano de sempre com as receitas brutas a passarem os 2 Milhões de Euros, atingindo assim o objectivo estabelecido para este ano transacto, que era de crescer em facturação e passar a barreira dos 2 Milhões.

 
Este sucesso tem a sua explicação no mercado interno, mais concretamente com a forte aposta da empresa em lojas próprias. A boa performance das três Wine Shops da empresa – a Adega e as Lojas em Évora e em Reguengos de Monsaraz – continuam a fazer com que estas sejam o principal “cliente” da empresa 2016 (estatuto que já tinham alcançado em 2015) tendo atingindo os 385.000€ de faturação, representando cerca de 20% da faturação total da Ervideira. “Este canal tem-se revelado muito importante para nós não só pelo facto de se tratar de um canal direto que temos com o consumidor final, como logicamente, pelo volume que hoje representa no total da nossa faturação anual., bem como se tratar de um grande veículo de marketing da própria Ervideira. Será por isso um canal que continuaremos a apostar”, revela Duarte Leal da Costa.
 
Outra razão para o sucesso destes números prende-se com a inversão da pirâmide de venda de vinhos. Pelo segundo ano consecutivo, a Adega Ervideira continuou a registar um forte aumento das vendas de vinhos da gama Conde D’Ervideira (categoria super premium) face à gama Vinha D’Ervideira (categoria premium) e, por sua vez, desta face à de Terras D’Ervideira (categoria standard). Neste sentido, a empresa volta a apresentar menos unidades vendidas aumentando a faturação e melhorando a rentabilidade da Empresa.
 
Em 2017, é objetivo da empresa que a gama super premium, Conde D’Ervideira, represente mais de 50% da facturação.
 
Em relação ao mercado externo, Duarte Leal da Costa afirma que “2016 foi um ano de crescimento Nacional no qual atingimos todos os objetivos estabelecidos. Temos, por isso, como objetivo para 2017 apostar novamente na exportação. Continuamos a procurar a melhoria contínua de mercados europeus como a Suíça, Alemanha, Holanda, Luxemburgo e Bélgica e outros como a China, Brasil e Angola. Esta procura é baseada em vinhos verdadeiramente exclusivos, como o INVISIVEL, e o VINHO DA ÁGUA que se mostram marcas “alavanca””, explica o porta-voz.
 
“Mercados como a Colômbia, México, Estados Unidos, Canadá Coreia do Sul e Japão fazem parte do plano de crescimento da Empresa para 2017, procurando a Ervideira entrar em novos mercados sempre baseada na venda de vinhos da categoria premium”, conclui.
 
Na foto- Duarte Leal da Costa e Nelson Rolo
Imagem associada


JORNAL DE VINHOS 2008 v. 2 POWERED BY VBWORKS.NET