Banner Principal - Jornal de Vinhos
Português English Castellano


Informação | Notícias

ÚLTIMO BASTARDINHO DE AZEITÃO CHEGA AO MERCADO

O Bastardinho de Azeitão 40 Anos, um vinho licoroso raro e único, chega ao mercado num blend composto por diferentes colheitas, entre 40 e 80 anos.

O Bastardinho de Azeitão é produzido há décadas na José Maria da Fonseca. As uvas que dão origem a este vinho provinham de vinhas plantadas a Sul do Tejo, entre a Costa da Caparica e o Lavradio tendo sido arrancadas nos anos 80 do século XX devido à força do crescimento urbanístico.

Na vindima de 1983 a José Maria da Fonseca recebeu a última tonelada de uvas provenientes de uma destas vinhas com cerca de 90 anos, cuja as uvas tinham um potencial de álcool provável de 18º.

 
Após longos anos de envelhecimento chegou o fim anunciado deste extraordinário vinho. Durante muito tempo produziu-se o 20 anos, depois o 25 anos e mais tarde, devido ao envelhecimento das bases, passou-se ao 30 anos e neste lote, não sendo possível manter o perfil do mesmo, avançou-se para o 40 anos. Aqui a colheita mais nova tem 40 e poucos anos e a mais velha cerca de 80.
 
Este vinho deve ser apreciado com grande rigor e solenidade, pois os 2300 litros produzidos serão os últimos deste generoso de referência. Domingos Soares Franco, enólogo da José Maria da Fonseca, refere, “este Bastardinho de Azeitão é o verdadeiro “canto do cisne”, um dos vinhos que mais me emocionou em lançar para o mercado”. 
 
O Bastardinho 40 anos é um vinho de aromas muito intensos e complexos, de grande densidade na boca e com um final de prova muito prolongado e equilibrado, dada a acidez que ainda mantém.
 
A José Maria da Fonseca plantou em 2005 meio hectare de Bastardo (Trousseau) numa das suas propriedades, sendo que dificilmente conseguirá condições para produção de um vinho semelhante num futuro próximo.
 
Imagem associada

› clique para aumentar uma imagem


JORNAL DE VINHOS 2008 v. 2 POWERED BY VBWORKS.NET