É sob a influência do microclima da Serra de São Mamede que se ergue a imponente Herdade Figueira de Cima. A propriedade, com cerca de 200 hectares estendidos a 400 metros de altitude, foi adquirida por Julian Reynolds em 1996, numa convicta decisão de dar continuidade ao enraizado legado da sua família no Alentejo (recorde-se que os Reynolds se instalaram na região em 1850).

Neste terroir de excelência são produzidos, em exclusivo, todos os vinhos da Reynolds Wine Growers, divididos por quatro marcas que representam as últimas gerações da família: Robert Reynolds, Gloria Reynolds, Julian Reynolds (atualmente à frente do negócio) e Carlos Reynolds, representante da 7ª geração e símbolo da visão moderna e contemporânea do produtor.

A gama Carlos Reynolds, disponível em versão tinto, branco e rosé, é composta por vinhos mais jovens e frescos, sem dispensar a identidade e personalidade forte que caracterizam a família. "Numa abordagem descomplicada aos vinhos do Alentejo, esta gama é pensada para desfrutar em qualquer ocasião, revelando uma surpreendente versatilidade de consumo e aptidão gastronómica", concluem os responsáveis da Adega.

NOTAS DO ENÓLOGO

O Carlos Reynolds Tinto 2018 é feito a partir de um blend de Alicante Bouschet (40%), Aragonez (40%), Alfrocheiro (10%) e Trincadeira (10%). Com um estágio de 6 meses em barricas para balseiros de carvalho francês, revela boa concentração e taninos suaves que lhe conferem um excelente equilíbrio e elegância. Recomenda-se decantação prévia (1 hora) e serviço entre 16º e 18º.Ideal para acompanhar pratos como costelinhas de borrego grelhadas com molho de menta, grelhados da estação, carnes vermelhas e brancas e petiscos tradicionais.

Elaborado à base de Arinto (50%) e Antão Vaz (50%), o Carlos Reynolds Branco 2019 afirma-se como o mais versátil da gama. Ideal para beber sozinho após um dia mais difícil de trabalho (temperatura de 11º a 12º), é também a companhia perfeita para pratos mais frescos e ligeiros, como robalo grelhado com legumes salteados, sushi ou mariscos, mas também um bom queijo de cabra (temperatura de 16º a 18º).