Foram mais de 1.400 os vinhos que se candidataram à 8ª edição do Concurso Vinhos de Portugal, uma iniciativa da ViniPortugal que pretende distinguir a diversidade e excelência dos vinhos produzidos em território nacional. Após uma criteriosa avaliação por especialistas nacionais e internacionais, o júri atribuiu um total de 419 medalhas, das quais 35 na categoria Grande Ouro, 103 de Ouro e 281 de Prata. A região mais medalhada foi o Douro, que alcançou um total de 12 medalhas, seguindo-se as regiões de Dão e Alentejo.

Os vencedores foram apresentados na cerimónia de Entrega de Prémios do Concurso Vinhos de Portugal, que se realizou, em formato digital, esta sexta-feira à noite, 21 de maio, emitida a partir do Convento de Jesus, em Setúbal.

https://concursovinhosdeportugal.pt/premiados

Os grandes prémios do Concurso Vinhos de Portugal, que distinguem os melhores entre os 35 vinhos premiados com Grande Ouro, foram:

O Melhor do Ano

Quinta Vale D. Maria Vinha da Francisca Tinto 2018| Douro |Aveleda

O Melhor do Ano Licoroso

Porto Kopke Colheita 1966| Douro | Sogevinus Fine Wines

O Melhor do Ano Varietal Tinto

Grande Rocim Alicante Bouschet, Tinto 2017 | Alentejo | Rocim

O Melhor do Ano Varietal Branco

Falcoaria Vinhas Velhas Branco 2018 – Fernão Pires| Tejo | Casal Branco

O Melhor do Ano Vinho Tinto ( Blend)

Quinta Vale D. Maria Vinha da Francisca Tinto 2018| Douro |Aveleda

O Melhor do Ano Vinho Branco ( Blend)

Quinta do Sobreiró de Cima Reserva Branco 2019 |Trás-os-Montes| Quinta do Sobreiró

O Melhor do Ano Espumante

Casa de Santar Vinha dos Amores Espumante Encruzado | Dão| Global Wines

Para Frederico Falcão, presidente da ViniPortugal, a edição deste ano do Concurso Vinhos de Portugal foi bastante positiva pois “foi a edição com mais candidaturas a concurso dos últimos oito anos. O ano passado, pelas razões que todos conhecemos, tivemos de adiar o evento, pois não tínhamos uma previsão de como a pandemia iria evoluir. Hoje, dotados de todas as medidas de segurança que nos acompanharam ao longo destes cinco dias, em Santarém e Setúbal, conseguimos finalmente eleger os melhores dos melhores, entre os mais de 1.400 vinhos que estiveram a concurso.”

“O Concurso Vinhos de Portugal tem-se afirmado cada vez mais como um evento de referência para o setor, que aposta na qualidade dos vinhos nacionais e promove uma troca de experiências entre produtores e especialistas internacionais, sempre muito curiosos por conhecer a realidade vitivinícola nacional.”, conclui o presidente da ViniPortugal.

À semelhança das edições anteriores, o Concurso Vinhos de Portugal 2021 teve uma primeira fase, realizada no CNEMA, em Santarém, na qual cada vinho foi apreciado em prova cega por 134 jurados nacionais e internacionais, composto por especialistas em vinhos portugueses e internacionais, entre os quais enólogos, sommeliers, jornalistas, wine educators e outras profissões ligadas ao sector. Com base nas escolhas feitas na 1.ª fase do Concurso, o Grande Júri, composto por Dirceu Vianna Júnior, o primeiro Master of Wine brasileiro e o único de língua portuguesa, Bento Amaral, Diretor de Serviços Técnicos e de Certificação do Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto, Miguel Pessanha, Chief Operating Officer da Sogrape Vinhos, o Master Sommelier Peter Granoff dos EUA, o Sommelier e escritor de vinhos Eric Boschman da Bégica e Luís Lopes, presidente do Concurso e fundador e diretor da revista Vinhos Grandes Escolhas, escolheu os grandes vencedores do Concurso Vinhos de Portugal, atribuindo as medalhas Grande Ouro e os Melhores do Ano.

A participação no Concurso Vinhos de Portugal constitui uma plataforma para a promoção internacional dos produtores portugueses. Os vinhos distinguidos com as Medalhas Grande Ouro e Ouro no Concurso Vinhos de Portugal terão presença garantida em eventos internacionais de excelência a realizar em 2021.

Prémio Especial

Para além de acolher a gala que premiou os melhores vinhos a concurso, o Convento de Jesus, em Setúbal, foi o palco para a distinção de personalidades internacionais que têm contribuído para a afirmação dos vinhos portugueses em mercados externos. Na 2.ª edição do Prémio “Personalidade do Ano”, instituído em 2019 pela ViniPortugal, foram distinguidos Tomás Pimenta (Asia), Sarah Ahmed (Europa), Roger Voss (Américas) e Antonio Pinheiro ( Africa).

A criação do Prémio “Personalidade do Ano” resulta do reconhecimento do papel desempenhado por um conjunto alargado de profissionais, influenciadores e prescritores na promoção da marca “Wines of Portugal” nos diferentes mercados internacionais onde actua.

O Prémio “Personalidade do Ano” contou com um conjunto de fases, num processo colaborativo com os diferentes intervenientes na fileira do vinho nacional. Numa primeira fase, a ViniPortugal, em colaboração com as instituições sectoriais, como as CVR’s e as associações, desenvolveram o processo de selecção de personalidades elegíveis em cada um dos continentes abrangidos. A votação final esteve a cargo das empresas do sector vitivinícola através da plataforma digital da ViniPortugal.

O Concurso Vinhos de Portugal é uma iniciativa da ViniPortugal que pretende ser um ponto de encontro e de troca de experiências entre produtores e especialistas de todo o mundo, reafirmando a aposta na produção nacional de vinho de qualidade com o intuito de se afirmarem enquanto produtos de excelência nos mercados de exportação.