A história da Quinta de Ervamoira remonta à Era do Paleolítico, passando por uma ocupação romana a partir do século II d. C., presenciando a chegada de tropas islâmicas, cerca do século VIII, e posteriormente, a edificação de construções medievais. A relação da Quinta com a Ramos Pinto começa no início da década de 70, após anos de procura incansável pelo local perfeito, José António Ramos Pinto Rosas exclama: “É aqui!”.

Meio século depois, a Ramos Pinto, pelas mãos de Jorge Rosas, seu filho e atual CEO, lança o DOC Douro Quinta de Ervamoira. Um vinho proveniente de um local único e irrepetível, nas margens do rio Côa.

A Quinta, em forma de anfiteatro, situada na sub-região do Douro Superior, estende-se por uma área de 223 hectares, dos quais 178 são exclusivamente área de vinha. Aqui podemos visitar o Museu Sítio de Ervamoira, espaço dedicado ao Homem, à Vinha e à Natureza.

Foi ainda nesta Quinta que nasceu a viticultura moderna duriense. Pela primeira vez, em 1974, plantaram-se as 5 castas previamente estudadas e seleccionadas, conduzidas no sentido de um maior declive. Na Quinta de Ervamoira pratica-se uma viticultura sustentada no respeito pela biodiversidade e sem recurso a quaisquer pesticidas.

Para a elaboração do DOC Douro Quinta de Ervamoira, a Equipa da Ramos Pinto escolheu pequenos talhões de parcelas seleccionadas que vindimou e vinificou criteriosamente. A fermentação realizou-se a pé, nos tradicionais lagares de granito, de uma forma extremamente suave. O vinho estagiou em madeira durante cerca de 16 meses: 1/3 em tonéis de pequeno volume, 1/3 em barricas novas e 1/3 em barricas de 1 vinho. Depois de engarrafado, estagiou ainda 1 ano em garrafa na Sala de Barricas da Ramos Pinto.

De cor brilhante e grená, o DOC Douro Quinta de Ervamoira 2018 é muito expressivo e com enorme complexidade aromática. Na boca é elegância pura. Com um início sedoso, um volume em crescendo e final intenso e persistente.

Segundo João Luís Baptista, enólogo responsável pelos Vinhos do Douro da Casa Ramos Pinto, o DOC Douro Quinta de Ervamoira 2018 é “um vinho único de um ano extraordinário, em que se misturam com elegância: a concentração, a frescura, os taninos finos e macios”.