Numa organização conjunta da Comissão Vitivinícola Regional do Tejo (CVR Tejo) e da Confraria Enófila de Nossa Senhora do Tejo, a cidade de Tomar recebe, já no Sábado, dia 19 de Junho, a 11.ª edição da ‘Gala Tejo’, tão aguardada de ano para ano e mais ainda este, depois de um ano de interrupção forçada. A cerimónia de 2021 traz novidades, no formato e nos premiados. O objectivo mantém-se e passa por promover a marca ‘Vinhos do Tejo’, estimulando a produção vínica de qualidade e dando a conhecer os néctares e a própria região. Sem dúvida, um momento de união e confraternização.

No Hotel dos Templários, a ‘Gala Tejo’ vai acontecer durante a tarde, com cocktail nos jardins, seguido da cerimónia de anúncio e entrega de prémios e de um jantar volante, também em espaço exterior. Este é o acontecimento onde tudo acontece, no que toca aos prémios de e para a região, com a revelação dos vencedores do ‘Concurso Vinhos do Tejo’ e os tão especiais galardões de Empresa Dinamismo, Empresa Excelência, Enólogo do Ano, Prémio Carreira e, em estreia este ano, Prémio Sustentabilidade.

Em vez dos habituais vencedores do Tejo Gourmet, cuja realização passou a ser bienal, na Gala deste ano vão ser entregues prémios a três iniciativas debutantes: o ‘Concurso de Fotografia Vinhos do Tejo’, que decorreu em 2019 e cujos vencedores já são conhecidos, mas falta levar os “fotógrafos” ao palco para receberem os merecidos prémios; o ‘Tejo Academia’, que tem como objectivo formar e avaliar restaurantes da região, na comida e na relação com o vinho, destacando aqueles que têm melhor mise en place, espaço, empratamento, atendimento, harmonização vínica, serviço de vinhos, carta de vinhos, prova teórica e prova prática, a que estão submetidos durante a formação; e o ‘Tejo Anima’, vertente que premeia o território e as suas valências de lazer, sendo, por isso, promovido pela Rota dos Vinhos do Tejo. Neste caso, há sete categorias: alojamento em turismo rural; empresa de animação turística; enoturismo; natureza; património e oferta cultural; e tradições.

Nota para a XI edição do ‘Concurso Vinhos do Tejo’, que teve nesta edição a mais concorrida de sempre, em número de vinhos, que atingiram quase as duas centenas: 195 para sermos mais precisos. As provas, em regime de prova cega, decorreram no Hotel dos Templários, durante os dias 13 e 14 de Maio, perante uma comitiva alargada de jurados, composta por sommeliers, wine educators, jornalistas, bloggers de vinhos, assim como enólogos e representantes de algumas câmaras de provadores, da CVR Tejo e outras regiões vínicas do país.