A aposta da Ervideira em vinhos premium e super premium será reforçada ao longo deste Verão, com a grande novidade a ser a estreia da Aguardente de Medronho. Este novo produto, totalmente orientado para a elaboração de cocktails, fará parte do catálogo da Ervideira durante o mês de agosto.

“As bebidas destiladas têm vindo a contar com um lugar de destaque, tanto a nível nacional e internacional, sobretudo quando falamos de cocktails. Se olharmos para a história, a Vodka, que sempre foi bebida pura em determinados países, tal como a Cachaça, entre outros destilados, começam a fazer parte do catálogo de Internacional, com bebidas mais elaboradas, através dos cocktails. Agora está na hora da Aguardente de Medronho também ter um lugar de destaque e ser utilizada de uma forma diferente do habitual”, afirma Duarte Leal da Costa, Diretor Executivo da Ervideira.

Na gama dos vinhos, os premium e super premium, contam-se duas Monocastas na Categoria Conde D'Ervideira – Escolha do Enólogo, com o Alicante Bouschet e o Gouveio. No total serão produzidos cerca de 3.000 exemplares de cada um destes dois vinhos que estarão à venda nas lojas da Ervideira com um valor de 35€ e 25€, respetivamente. “Estes vinhos fazem parte de uma estratégia que lançámos em 2018 e vêm reforçar uma gama – Escolha do Enólogo – que é de caráter limitado e exclusiva sendo estas edições únicas”, explica o executivo.

Na segunda quinzena de agosto será a vez das Magnums de Conde D'Ervideira Private Selection, Conde D'Ervideira Reserva Branco e Conde D'Ervideira Reserva Tinto estarem disponíveis para os amantes deste tipo de garrafas que, têm maior potencial de guarda, bem como representam a excelência em qualquer mesa.

“Todas estas edições representam vinhos com um carácter mais exclusivo e que fazem parte da estratégia da Ervideira em criar produtos de qualidade superior. O reconhecimento que temos vindo a receber devido à nossa aposta em vinhos premium e super premium e o aumento do peso das vendas dos vinhos topo de gama, mostram a coerência desta nossa estratégia que será para continuar”, conclui Duarte Leal da Costa.