"Um grande vinho é, para mim, profundo, complexo, fino e elegante, com uma personalidade que o distingue de todos os outros. Proporciona, a quem o degusta, uma experiência única, sobretudo na companhia da comida mais adequada para a parceria, e tem a capacidade de melhorar com o tempo, mantendo sempre as principais características que o diferenciam. É a esses que dou notas acima de 18. Os outros vinhos desta lista são também distintos, com boa qualidade e potencial de evolução e valerá sempre a pena apreciá-los à mesa."

José Miguel Dentinho, jornalista, crítico de vinhos e colaborador do Jornal de Vinhos

Pintas DOC Douro

Produtor: Wine & Soul

Castas: Mais de 40 numa vinha com cerca de 90 anos

Ano de Colheita: 2017

Classificação: 19/20

Vinho de cor profunda, com aroma complexo, onde se salientam as notas florais de violetas, frutos pretos e do bosque equilibradas com a madeira. Muito equilibrado e elegante na boca, onde apresenta tanino fino, é um vinho guloso e de final longo e fresco. Como tudo o que é bom na vida deve ser partilhado, reparti a sobra de prova desta garrafa, que decantei previamente, com quem gosta realmente de vinho, na companhia de um arroz de pato, versão cá de casa. Ficou toda a gente feliz.


Mirabilis DOC Douro Tinto

Produtor: Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo

Castas: Tinta Amarela e vinha centenária

Ano de colheita: 2019

Classificação:18,5/20

Vinho de cor rubi, opaco, denso, de aroma contido onde se salientam notas de fruta preta e silvestre, pimenta e madeira, com estrutura, taninos bem casados com o vinho e final longo e persistente. Um tinto para beber agora ou durante muitos anos decantado, servido a 18ºC no copo, na companhia de pratos de carne vermelha frita, assada ou grelhada. Por exemplo um Chateaubriand, ou umas espetadas de vitela na brasa, na companhia de molho Béarnaise, batatas fritas e feijão verde salteado. Decante, antes de servir a 18ºC no copo, e bom apetite.


Tecedeiras Grande Reserva Tinto DOC Douro

Produtor: Lima Smith

Castas: Touriga Franca, Tinta Roriz, Touriga Nacional, Tinto Cão e Vinhas Velhas

Ano de colheita: 2018

Classificação:18,5/20

Tinto duriense de aroma intenso, complexo, onde se salientam notas de frutos do bosque e vermelhos e especiarias, elegante e encorpado na boca, com tanino fino, é longo e persistente, com notas de fruta no final. Uma boa companhia para pratos de carne vermelha no forno, como umas costelas de vitela cozinhadas a baixa temperatura, batatas e grelos. Sirva-o a 18ºC no copo


Pêra Manca DOC ALENTEJO Tinto

Produtor: Adega da Cartuxa

Castas: Trincadeira e Aragonez

Ano de colheita: 2017

Classificação: 18/20

Vinho de cor granada e aroma profundo, contido, complexo, onde se salientam notas de frutos vermelhos e do bosque, especiarias, pimenta e caixa de tabaco. Fresco e elegante na boca, com boa textura e uma estrutura de taninos que assegura uma grande longevidade, é um tinto de final longo e persistente, que pode ser bebido agora e evoluirá positivamente com o tempo. Para este vinho preferia uma posta de vitela mirandesa no ponto, grelhada no carvão, com esparregado e arroz de miúdos.


Esporão Reserva DOC Alentejo Tinto

Produtor: Esporão

Castas: Alicante Bouschet, Touriga Nacional, Aragonez, Syrah, Trincadeira, Cabernet Sauvignon, Touriga Franca

Ano de colheita: 2018

Classificação: 18/20

Tinto de cor rubi, com aroma complexo onde se salientam as notas de fruta silvestre e preta bem maduras, compotas de ginja e amora, alguma caixa de tabaco e café e um toque de pedra molhada. Na boca tem estrutura de tanino fino, mas é elegante, fresco e longo, com notas de fruta madura no final. Um vinho para a companhia de pratos de carne vermelha e caça, que fica bem como um cabrito assado no forno ou uma boa caldeirada de borrego, por exemplo, mas também com queijos de pasta média e secos e enchidos.


Howard’s Folly Sonhador VRA Alentejano Tinto

Produtor: Hill Valley

Castas: Alicante Bouschet, Syrah, Aragonês e Touriga Nacional

Ano de colheita: 2016

Classificação: 18/20

Vinho de aroma marcado pelas notas de frutos silvestres e vermelhos, a lembrar framboesas e caixa de tabaco. Na boca tem boa textura, estrutura, mas é fresco e longo, com notas de fruta no final. Um vinho elegante, que ainda irá durar muitos anos. É boa companhia para presuntos, enchidos e queijos, e fica bem com pratos de carne, como um bife à Marrare ou com pimenta. Servir a 16-18ºC no copo.


QM Vinhas Velhas DOC Vinhos Verdes Branco

Produtor: Quintas de Melgaço

Casta: Alvarinho

Ano de colheita: 2020

Classificação: 18/20

Vinho de cor citrina e aroma fresco, onde se salientam as notas de fruta de caroço e citrinas. Na boca tem boa acidez e final longo, com persistência das notas citrinas, a lembrar limão. Um vinho para a companhia de ceviches e mariscos, que fica também bem com caldeiradas de peixe, por exemplo. Experimente-o com umas fatias de presunto serrano com algum tempo de cura, ou cecina de bovino, polvilhados com orégãos e regado com um fio de azeite. Uma ligação simples, mas muito agradável.


Quinta do Paral Colheita DOC Alentejo Branco

Produtor: Herdade Tinto e Branco

Castas: Antão Vaz e Perrum

Ano de colheita: 2018

Classificação: 17,5/20

Vinho branco de cor citrina, produzido no Alentejo na Região da Vidigueira. No seu aroma intenso, com alguma mineralidade, salientam-se as notas citrinas a lembrar limão e toranja, frutos tropicais e maçã. Na boca é alegre, ligeiramente untuoso, mas também fresco, com um final longo e persistente, com notas tropicais. Consumir a cerca de 10ºC no copo, na companhia de peixes grelhados, mariscos e carnes brancas.


Quetzal Reserva Tinto

Produtor: Quinta do Quetzal

Castas: Syrah, Trincadeira e Alicante Bouschet

Ano de colheita: 2018

Classificação: 17/20

Vinho de aroma contido, fresco e elegante, com notas de frutos do bosque frescos e maduros e um toque de madeira. Na boca tem estrutura, com tanino muito fino, é longo e persistente, com um ligeiro amargo final. Um belo vinho para a companhia de pratos de carne, como plumas de ibérico, migas com carne de alguidar ou ensopado de borrego, por exemplo. Sirva-o a 18ºC no copo.


Vinha de Santa Maria Reserva Especial DOC Dão Tinto

Produtor: Magnum Carlos Lucas Vinhos

Castas: Touriga Nacional, Alfrocheiro, Tinta Roriz e Tinto Cão

Ano de colheita: 2017

Classificação: 17/20

Vinho do Dão de aroma contido, marcado pelas notas de madeira, frutos silvestres e pretos e um toque de pimenta. Na boca é concentrado, tem estrutura, e um final longo e elegante, com notas frutadas. Servir a 16-18ºC na companhia de grelhados de carnes vermelhas e assados no forno. Gostei da companhia que fez, cá em casa, a um arroz de cabidela de um galo de belo porte, servido algum tempo antes para o vinho mostrar todo o seu potencial para proporcionar prazer.


Adega Mãe Viosinho DOC LISBOA Branco

Produtor: Adega Mãe

Casta: Viosinho

Ano de colheita: 2019

Classificação: 17/20

Vinho de cor citrina, com aroma fresco e elegante, fino, onde se salientam as notas de fruta branca, citrina e mineralidade. Na boa tem volume, frescura e um final longo e persistente, onde se distinguem aromas de fermento/pão. Um bom parceiro de pratos de peixe e marisco. Experimente-o com pastéis de bacalhau, rissóis ou vol-au-vent de camarão na companhia de uma salada russa, por exemplo. Sirva-o a cerca de 10ºC no copo.


Barão do Hospital DOC Vinhos Verdes Loureiro Branco

Produtor: Falua — Sociedade de Vinhos

Castas: Loureiro e Alvarinho

Ano de colheita: 2020

Classificação: 17/20

Vinho Verde de aroma intenso, fresco, com mineralidade, limão e toranja, pêssego e tília, com boa acidez, longo e persistente na boca, com notas minerais e de fruta no final. Acompanha pratos de peixe, mariscos cozidos, massas e saladas. Sirva-o a 8-10ºC no copo.