Encantado declina-se nas versões Tinto e Branco e vem contar-nos a história que se desenrola nas raízes das vinhas em harmonia com o montado e toda a fauna e flora deste território rico, dando origem aos vinhos mais singulares.

Para saborearmos o que acontece à superfície, existe um turbilhão debaixo de nós na escuridão do solo. Uma rede complexa de vida inteligente que circula entre todas as árvores, incluindo as de espécies diferentes, que vem abençoar a vinha com os melhores nutrientes.

Para Vasco Rosa Santos enólogo da Ravasqueira “O Encantado Tinto mostra toda a vitalidade da Touriga Franca que serve na perfeição de base para este vinho. Os taninos angulosos e presentes, a fruta madura em equilíbrio com aromas do bosque que apresenta, faz dele um companheiro para a mesa. e a a barrica faz-se sentir, mas não se traduz em unidimensionalidade. O conjunto faz deste um vinho de camadas que se vão levantando ao longo da prova. Já o Encantado Branco, é um vinho com uma intensa mineralidade e um lado herbal importante mas que mostra todo o caráter das castas com predominância de Alvarinho. Na boca apresenta-se super texturado e mostra que pode e deve ser um vinho para estar à mesa”.

Pedro Pereira Gonçalves, administrador da Ravasqueira, destaca a importância do lan- çamento desta gama, pelo peso que o tema da sustentabilidade tem para o grupo "Esta é uma das formas que encontrámos de tornar palpável e real o impacto de um ecos- sistema equilibrado e sustentável que surpreende, atrai e conquista o consumidor através de um vinho singular”.

Este Encantado foi recentemente premiado na categoria dos brancos no Concours Mondial de Bruxelles com uma medalha de prata.

Também o Encantado Tinto foi premiado com uma medalha de prata, no Decanter World Wines Awards (DWWA), concurso internacional promovido pela revista de referência inglesa, Decanter.